Posição Vertical

Esse site deve ser visualizado com
o dispositivo na posição vertical.

Instagram Whatsapp

Sobre Nós

Sobre Sobre Sobre
Sobre Sobre
Sobre Sobre

O Conexão Comunidade acontece ali entre a reflexão do João Manoel, estudante de Araguari, de que “a coisa mais antiga” daquele lugar é a terra e a afirmação da Patrícia, catadora de mangaba, lá de Barra dos Coqueiros, de que o que é nativo da terra só permanece com a sobrevivência das comunidades tradicionais. Da Vila dos Pescadores (Cubatão/SP) ao Oiteiro remanescente quilombola (Alagoinhas/BA), a relação das populações com a terra é o elemento fundante das comunidades. Partindo dessa relação, é que as gerações vão se reencontrando e se ressignificam.

O que tem da identidade do lugar nas identidades das pessoas e como o que a gente constrói transforma as histórias de tudo que está em volta: essa é a matéria que nós da AIC juntamente com estudantes da rede pública e agentes culturais de nove cidades diferentes, usamos na manufatura do Conexão Comunidade. O projeto lança mão de processos de escuta e criação colaborativa para promover reflexão, registro e difusão sobre a memória coletiva e o patrimônio cultural dos municípios.

Começamos conversando sobre as experiências sociais e vivências culturais de cada participante, descobrimos o que há de mais corriqueiro e comum entre elas e o que há de mais autêntico e original. Juntos, elaboramos caminhos de São Paulo a Sergipe, capazes de recontar o tempo de uma nova maneira, toda vez, para mostrar do que essas comunidades são feitas e do que precisam se lembrar daqui a alguns anos, quando já não forem exatamente as mesmas. Patrimônio é o que um povo quer contar sobre as veredas onde esteve e que fizeram dele o que ele é.

Este site é um convite à “refeitura” dos caminhos que fizemos ao longo de 2019 e 2020 e ao desenho de outros trajetos. Para isso, você terá em mãos:

* mapas afetivos * postais * cartazes * video-cartas * séries fotográficas

com registros criados por crianças e adolescentes, extrativistas, artesãos, doceiras, jongueiros, dançadores e foliões. Para compor esses registros utilizamos de escrita, foto, vídeo, colagem, estêncil, frotagem e monotipia.

Daqui dá para seguir de trem, montado numa cavalgadura, acompanhando o cortejo das congadas ou embarcado num tototó.

Sobre

*O projeto Conexão Comunidade - Rede de agentes comunitários pelo fortalecimento do patrimônio imaterial e de culturas locais, número de Pronac: 190340, é executado pela Agência de Iniciativas Cidadãs, patrocinado pela VLI e realizado com recursos da Lei de Incentivo à Cultura da Secretaria Especial de Cultura do Ministério do Turismo, Governo Federal. Em 2019 e 2020, realiza atividades presenciais e remotas nas cidades de Barra dos Coqueiros (SE); Alagoinhas e Brumado (BA); Araguari, Arcos, Belo Horizonte, Patrocínio, Santa Luzia (MG) e Cubatão (SP).